terça-feira, 16 de junho de 2009

Rima: Sarney acima da Lei

Os jornais dos últimos dias seguiram a procissão de assuntos em torno da descoberta de atos administrativos do Senado os quais ardilosamente não foram publicados no Diário Oficial. No préstito, por exemplo, um ato que exonerava um neto de Sarney, então lotado no gabinete do maranhense Epitácio Cafeteira. A não publicação ocultou o fato de haver nos quadros da Casa um parente não concursado de S. Exa., no momento em que o Senado se via obrigado a cumprir a súmula antinepotismo. Mas o fato é que o jovem, de 22 anos, percebia seus R$ 7,6 mil mensais. Outro ato às esconsas é o que estendeu a marido ou mulher de ex-parlamentar a "assistência vitalícia odontológica e psicológica". Convenhamos, o impressionante nesta história toda é a capacidade que estes cidadãos têm de se sentir além da lei. Estes atos publicamos, estes não.
Fonte: Migalhas

2 comentários:

blogdozemarcos.com disse...

::: Sarney é um dos coronéis da política que se acham acima de tudo e de todos. Até quando suportar essas figuras comandando nosso país?

Maurício de Carvalho Salviano disse...

Prezado Zé Marcos, que bom tê-lo aqui! Pois saiba que os jornais trazem hoje, na repercussão dos atos administrativos não publicados pelo Senado, a declaração do ministro Gilmar Mendes. Atipicamente, vê-se agora um ministro preocupado em não fazer julgamentos de afogadilho, aguardando serenamente os acontecimentos : "vamos aguardar. Nós temos no Brasil uma boa classe política, que tem sabido superar os desafios. Estou certo de que o Senado saberá superar bem essa crise administrativa, que também está se transformando em uma crise política. Estamos bastante confiantes de que os políticos brasileiros, que têm dado lições cabais de sabedoria, saberão também superar essa crise".