segunda-feira, 22 de junho de 2009

O dinheiro não fica aqui, e o Lula fica dando subsídios para as multinacionais? Tem que aumentar o IPI.

O jornalista Pedro Kutney analisa no Boletim AutoData que nos primeiros quatro meses deste ano os fabricantes de veículos no País remeteram ao Exterior US$ 1,9 bilhão em lucros e dividendos sobre investimentos estrangeiros que receberam, segundo dados do Banco Central. O valor é 241% maior que os US$ 556 milhões enviados no período janeiro-abril de 2007. A quantia remetida pelas montadoras de janeiro a abril representa quase 21% dos US$ 9,1 bilhões em lucros e dividendos que empresas mandaram do Brasil para fora nos primeiros quatro meses de 2008. Com isso, no período a indústria automobilística foi a segunda maior pagadora de lucros e dividendos às matrizes dentre todos os setores da economia – perdeu só para os bancos, responsáveis por 25,1% das remessas. Já os ingressos de investimentos estrangeiros diretos por parte de fabricantes de veículos somaram US$ 607 milhões de janeiro a abril, crescimento de 83,4% sobre os US$ 331 milhões observados em idêntico período de 2007.

Nenhum comentário: